Sala de Imprensa

Novec 1230 completa 15 anos de combate limpo e sustentável a incêndios

Solução desenvolvida pela 3M não denigre a camada de ozônio e não danifica aparelhos eletrônicos ou acervos durante o uso

terça-feira, Dezembro 27, 2016 6:58 am CST

Dateline:

Sumaré (SP)

O combate a incêndios estruturais – quando ocorrem em prédios comerciais, residenciais ou industriais – pode ser limpo, sem uso de água e, principalmente, com tecnologia sustentável. Desenvolvido pela 3M, o fluído NovecMR 1230 completa 15 anos reduzindo riscos e protegendo o que importa. Com potencial zero de degradação da camada de ozônio e menor tempo de vida útil na atmosfera, a solução da 3M atende não só as regulamentações atuais de meio ambiente e segurança quanto às futuras.

Estudo divulgado pelo Instituto ISB mostra que os incêndios estruturais Brasil aumentaram 5,8% em 2015. Foram 1.349 registros de chamas em estabelecimentos comerciais e indústrias. O estado de São Paulo teve o maior número de ocorrências no período: 238. Altamente eficiente na extinção do fogo, o NovecMR 1230 é um fluído incolor, inodoro e não condutor de eletricidade com tecnologia exclusiva da 3M. Tem em sua composição cetona fluorada (fluorcetona) e apesar de ser um líquido em condições normais, ele trabalha como um gás durante a extinção do incêndio.

Um dos principais diferenciais do produto da 3M é a sustentabilidade. Além de oferecer dano zero à camada de ozônio, o NovecMR 1230 é também o que permanece menos tempo na atmosfera: 5 dias. Para se ter uma ideia, o halon e o HFC (hidrofluorcarboneto), agentes comumente usados para combater incêndio têm vida útil na atmosfera de, respectivamente, 65 e 34 anos.

Quando falamos em Potencial de Aquecimento Global (GWP), o NovecMR 1230 também é o menos agressivo. Ele tem índice 1, similar ao dióxido de carbono (CO2). Já o Halon tem índice 7.140, enquanto o HFC (seu sucessor) alcança índice de 3.500. O GWP é uma medida relativa que compara vários tipos de gases com a mesma quantidade de dióxido de carbono.

Indicado para sistemas de combate a incêndio em data centers, salas elétricas, salas cofre, bibliotecas, museus e locais que contenham equipamentos eletrônicos ou de informática, o NovecMR 1230 não danifica aparelhos ou acervos durante o uso. O principal motivo para isto é que o fluído não conduz eletricidade, bem como é projetado para extinguir o fogo no estágio inicial – antes que ele tenha a chance de causar algum dano. Comparado aos sistemas de água nebulizada ou chuveiros tradicionais, a solução da 3M oferece proteção superior e, ao mesmo tempo, garante a continuidade das operações em caso de uma emergência de incêndio, pois não deixa resíduos.

“Quando disperso e em contato com o oxigênio, ele se torna um gás, evaporando 50 vezes mais rápido que água. Por ser mais denso e possuir uma alta capacidade de absorção de calor, em segundos ele reduz a energia térmica do fogo a um ponto em que a reação de combustão não consegue se sustentar, tudo isto sem danificar os equipamentos e sem prejudicar o meio ambiente e a saúde das pessoas”, explica o engenheiro Joaquim Azevedo, executivo de desenvolvimento de negócios da Divisão de Produtos Eletrônicos da 3M do Brasil.

Além disso, os esforços mundiais para a redução do uso do hidrofluorcarboneto tiveram resultado positivo. Em encontro realizado em Kigali, capital da Ruanda, em 15 de outubro, 197 países, entre eles o Brasil e os Estados Unidos, assinaram acordo que visa a eliminação progressiva do produto, que é considerado um dos gases de efeito estufa mais nocivos para o clima. O acordo introduz uma emenda ao Protocolo de Montreal sobre a proteção da camada de ozônio e foi amplamente celebrado.

O calendário adotado para a redução do HFC prevê que um primeiro grupo de países (considerados desenvolvidos), reduza sua produção em 10% antes do término de 2019 em relação aos níveis de 2011-2013, e 85% até o fim de 2036.  Os países em vias desenvolvimento – entre eles o Brasil – se comprometeram a iniciar a redução em 2024. Eles deverão reduzir 10% do consumo até 2029, em relação aos níveis de 2020-2022 e 80% até 2045. Um terceiro grupo de países – incluindo Índia, Paquistão e Iraque – só começará a redução a partir de 2028.

De acordo com David Sanchez, sócio-diretor da Sevo Systems Brasil, empresa que comercializa soluções contra incêndio, o NovecMR um ponto extremamente importante do fluído da 3M é a margem de segurança para as pessoa quando usado em locais ocupados por pessoas. “Utilizado corretamente a concentração de Oxigênio nunca irá ser menor a 18%, muito distante das concentrações de oxigênio geradas por outros gases de combate a incêndio, inferiores a 16%. Nos humanos, essa baixa concentração leva ao estado de hipóxia – pouco oxigênio nos tecidos orgânicos”, explica.

No Brasil, empresas como a OI, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, SKY, Volkswagen, Klabin, Vale e as Organizações Globo são algumas das empresas que já utilizam o NovecMR 1230 para combate a incêndio.

Claudio Cardoso, da EverSys Controls, integradora do sistema da 3M, afirma que a partir de 2012 houve um aumento pela procura do NovecMR 1230. “Entre 2012 a 2015 fornecemos para o mercado brasileiro cerca de 210 toneladas do fluído Novec. Isso reflete o interesse das empresas em produtos sustentáveis”, explicou. Segundo ele, empresas preocupadas em reduzir os danos ao meio ambiente estão procurando este produto que hoje tem preço competitivo na comparação com outros produtos disponíveis no mercado.

A 3M acredita tanto na qualidade do fluído NovecMR que oferece aos seus clientes a garantia Blue Sky. Se o produto tiver seu uso banido ou restrito como agente de proteção contra o fogo, a empresa reembolsará o preço de compra do fluído a seus clientes.

Confiável – revolucionou o mercado de proteção contra incêndio há 15 anos. Hoje está presente em mais de 50.000 sistemas em 90 países

Flexível – Projetado para se acomodar a locais e projetos incomuns, exige menos espaço que os sistemas de gás inerte. Os sistemas também podem ser rapidamente recarregados, sempre que necessário.

Sobre a 3M

Na 3M, aplicamos a ciência de forma colaborativa para melhorar vidas diariamente. Com cerca de 90 mil funcionários conectados com clientes em todo o mundo e mais de 55 mil itens de produtos inovadores para diferentes mercados, a 3M atingiu US$ 30 bilhões em vendas globais em 2015. No Brasil, o Grupo 3M conta com cinco fábricas instaladas no Estado de São Paulo, que compõem a 3M do Brasil, além das empresas 3M Manaus, instalada no Amazonas; a Incavas, localizada no Rio Grande do Sul, e a Capital Safety, que opera no Paraná. Em 2015 alcançou faturamento bruto de R$ 3,5 bilhões no País, onde conta com cerca de 3.800 funcionários. Conheça nossas soluções criativas no site www.3M.com.br e cadastre-se para receber nossas notícias em http://news.3m.com/pt-br.

Related Materials

Siga-nos
As marcas listadas acima são marcas comerciais da 3M.
Business Wire NewsHQsm